jusbrasil.com.br
20 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    58,02% do PIB de Pernambuco estão concentrados em cinco municípios

    Governo do Estado do Pernambuco
    há 11 anos

    Nesta terça-feira (16) foram divulgados os resultados referentes ao Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios do Estado. De acordo com os números, Recife (33,0%), Jaboatão dos Guararapes (8,53%), Ipojuca (7,76%), Cabo de Santo Agostinho (5,11%) e Olinda (3,61%) somam 58,02% do PIB de Pernambuco, todos localizados na Região Metropolitana do Recife. As atividades em destaque, de acordo com as potencialidades de cada região, ficaram por conta principalmente do setor de serviços e da Indústria de Transformação e do Comércio.

    Nas regiões do interior do Estado, Petrolina, Caruaru, Vitória de Santo Antão, Garanhuns e Goiana registraram maior dinamismo econômico, somando juntos 9,53% do PIB estadual. Desses municípios, Petrolina se destaca no setor da agricultura, com ênfase nas culturas da uva (maior produtor do Brasil), manga (2º maior produtor do Brasil), goiaba (maior produtor do Brasil), banana e coco da baía.

    De acordo com o PIB per capita de Pernambuco, os maiores municípios foram, respectivamente: Ipojuca (com a central de distribuição comercial de combustíveis da Petrobrás, em Suape), Itapissuma (com a maior indústria de alumínio do Estado), Cabo de Santo Agostinho (com a concentração de indústrias localizadas no Complexo Portuário de Suape), Petrolândia (onde está localizado uma casa de força da Chesf) e Recife (pela alta concentração do PIB do Estado - 33%).

    Quando considerados os cinco maiores geradores do Produto Interno Bruto por setor, a agropecuária, que se concentra nas regiões de Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande, Goiana e São Bento do Una, soma 24,82% do setor estadual. O setor da indústria, que engloba as atividades de extração mineral, transformação, serviços industriais de utilidade pública e construção civil, está concentrado nas cidades do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca e Olinda, registrando 61,01% da atividade no Estado.

    Em relação aos serviços, apenas Recife concentra 35,22% do setor, mas também os municípios de Jaboatão dos Guararapes (8,23%), Ipojuca (6,61%), Olinda (4,08%) e Caruaru (3,71%) apresentam participações relevantes. De acordo com o coordenador de Contas Municipais, Wilson Grimaldi, os investimentos estruturadores atraídos para Pernambuco ainda não influenciaram os números apresentados. Creio que os números de 2007 já trarão influência do crescimento econômico de Pernambuco, principalmente em alguns municípios, fala Grimaldi.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)